quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

i miss pushing daisies.
Once upon a time in Nazi occupied France...

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

OMG!

Slumdog Musical Planned

Hojé É Dia de Festa!

:D Se falo do dos outros, porque não do meu?

Too much, my friend, too much...

Pinto's Ex-Fiance Blames Slumdog For Break-Up

Miss a little, miss a lot!

Ainda não vi o espectáculo, mas as vitórias (comunicadas à distância) de Slumdog, Winslet, Penn, Cruz e Ledger deixaram-me delirante! JAI HO!!!

(Mais uma vez) Special Thanks - Caroca (e Paixão, pela solidariedade).

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Oscars 2009: Who Should & Will Win

Bem, não se pode dizer que já esteja em paz com o facto de não ir ver os Óscares este ano. E é verdade que estou à espera de um milagre do tipo ter canal + numa casinha de turismo rural no meio da montanha. Mas o grande dia aproxima-se, e eu não posso deixar de publicar o meu "voto"! MENINAS, ISTO É PARA CONSIDERAR NA VOSSA OSCAR NIGHT, SIM!?!


(Vou ignorar categorias que desconheço completamente, como o são todos os anos as dos short films e dos documentaries, bem como as de som, que não sei o suficiente da matéria! E como não vi nenhum dos foreign language films deste ano também não vale a pena pronunciar-me sobre a matéria)

BEST PICTURE
Who Should Win: Slumdog Millionaire (de looooooonge, o melhor do ano).
Who Will Win: Slumdog Millionaire (ou até vou lá mandar vir com os ladies & gentlemen da AMPAS! I mean it.)

BEST ACTOR
Who Should Win: Mickey Rourke por The Wrestler.
Who Will Win: Rourke.

BEST ACTRESS
Who Should Win: Kate Winslet por The Reader, já são anos a mais a ficar em 2º lugar, e tirar a roupa fica sempre bem.
Who Will Win: Kate.

BEST SUPPORTING ACTOR
Who Should Win: SERIOUSLY? Heath Ledger por The Dark Knight.
Who Will Win: Heath.

BEST SUPPORTING ACTRESS
Who Should Win: Taraji P. Henson por The Curious Case of Benjamin Button.
Who Will Win: Penélope Cruz por Vicky Cristina Barcelona, um papel decente num filme horrível!

BEST DIRECTOR
Who Should Win: Danny Boyle por Slumdog Millionaire.
Who Will Win: Danny Boyle por Slumdog Millionaire.

BEST SCRIPT, ORIGINAL
Who Should Win: Andrew Stanton, Pete Docter e Jim Reardon por WALL·E.
Who Will Win: Dustin Lance Black por Milk (o poderoso lobby gay em Hollywood precisa de um miminho este ano).

BEST SCRIPT, ADAPTED
Who Should Win: Simon Beaufoy por Slumdog Millionaire.
Who Will Win: Simon Beaufoy por Slumdog Millionaire.

BEST ANIMATED FEATURE
Who Should Win: WALL·E.
Who Will Win: WALL·E.

BEST ORIGINAL SCORE
Who Should Win: Jai Ho, Ringa Ringa, Papel Planes, Millionaire, O Saya,... Preciso continuar? A.R. Rahman por Slumdog Millionaire, sem a menor sombra para dúvidas.
Who Will Win: Depois de premiarem Eminem e aquele horror que é "It's Hard Out Here for a Pimp", não lhes deve ser dificil escolher a modernidade da bso de Slumdog Millionaire. Ainda por cima sendo um elemento de tanta importância no filme.

BEST SONG
Who Should Win: "Jai Ho".
Who Will Win: Com pena, digo que acho que vai ser "Down to Earth"...

BEST ART DIRECTION
Who Should Win: Gostei particularmente da art direction de Changeling, mas escolho a de The Curious Case of Benjamin Button.
Who Will Win: Donald Graham Burt e Victor J. Zolfo por The Curious Case of Benjamin Button.


BEST COSTUME DESIGN
Who Should Win: The Duchess porque amei o chapéu!
Who Will Win: Michael O'Connor por The Duchess, que a AMPAS ama vestidos de época.

BEST CINEMATOGRAPHY
Who Should Win: Esta é dificil... Mas escolho Slumdog Millionaire, just because!
Who Will Win: Anthony Dod Mantle por Slumdog Millionaire.

BEST MAKEUP
Who Should Win: Greg Cannom por The Curious Case of Benjamin Button.
Who Will Win: Greg Cannom por The Curious Case of Benjamin Button.

BEST VISUAL EFFECTS
Who Should Win: Eric Barba, Steve Preeg, Burt Dalton e Craig Barron por The Curious Case of Benjamin Button.

Who Will Win: Eric Barba, Steve Preeg, Burt Dalton e Craig Barron por The Curious Case of Benjamin Button.

BEST EDITING
Who Sould Win: Chris Dickens por Slumdog Millionaire.
Who Will Win: Chris Dickens por Slumdog Millionaire.

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Finalmente, WALL-E!!!

Maravilhoso, de todos os pontos de vista.
WALL·E for Best Animated Feature Film of the Year and Best Writing, Screenplay Written Directly for the Screen (sorry Milk...).

MUITO OBRIGADA!!!

O agradecimento, já o devia há muito.
O apelo, fica agora: http://focinhosebigodes.blogs.sapo.pt/. Por favor, ajudem como puderem.
O vídeo aguarda tradução, sim?...

RIP Loki...

Mesmo a sério, pq deve ser lixado...

Rourke's Beloved Chihuahua Dies

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

a frustração cresceu exponencialmente - acabei de descobrir que em espanha os óscares não dão na tv pública... e eu nem gosto de desportos de neve...

domingo, 15 de fevereiro de 2009

daqui a uma semana são os óscares, eu não vou estar cá, e estou chateada com isso... mais ainda por este ano ter um favorito, o que não acontece há algum tempo... se os conseguir ver, aposto que vão ser dobrados em espanhol, e a expansão sonora permitida vai ser limitada... f*ck :S

sábado, 14 de fevereiro de 2009

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

We're staying, we're going, we're staying, we're going, make up your mind!

Heigl & Knight Staying On Grey's Anatomy

Just because...

Nein, nein, nein, nein, nein, nein, nein, nein, nein, nein...

É mesmo o melhor filme do ano!!

Slumdog Millionaire é daqueles filmes... As minhas expectativas eram bastante elevadas, e depois de Doubt, Revolutionary Road e até The Curious Case of Benjamin Button, que não me deixaram de queixo caído, ainda me faltava ver "o meu filme de 2008". Finalmente, cá está ele!


Slumdog superou tudo, é uma pérola do início ao fim. E que fim... Homenagem a Bollywood igual a esta nunca vi! Dev Patel e Freida Pinto (tão gira, a moça!) estão fantásticos como Jamal e Latika, mas acho que a genuinidade do trabalho das crianças ainda é melhor!


Quanto aos críticos do Público, só vêm provar que somos mesmo uma terra de bacalhaus perdidos (e pior, achando que somos os melhores!), e que têm a mania que só Ingmar Bergman e Manoel de Oliveira é que são bons. Jorge Mourinha disse: "Uma fita menor de Danny Boyle, com o estilo vistoso e contemporâneo a disfarçar um melodrama Dickensiano bastante convencional", e nem vale a pena citar o resto. SERIOUSLY? SERIOUSLY? Estou com tanta vontade de me pirar daqui, para ler críticas de jeito...

Slumdog Millionaire for Best Picture, e isto é dizer pouco.

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Ben Button again!

À segunda gostei mais! Até chorei (um bocado mais que da primeira) e tudo.

Desperate Housewife!

Em 1999, o realizador inglês (e de origem portuguesa) Sam Mendes realizou um filminho que não parecia ter pernas para andar, mas que se transformou num dos melhores do século. American Beauty está no meu Top 10 (em posição indeterminada), no honroso 37º lugar dos Top 250 do IMDb, e ganhou cinco Óscares: melhor filme, melhor realizador, melhor actor (Kevin Spacey , no melhor papel que já fez), melhor argumento original (Alan Ball) e melhor fotografia. Depois, Mendes realizou Road to Perdition e Jarhead, afastando-se dos dramas familiares dos subúrbios americanos. Mas o tema lá lhe deixou o bichinho, e fazendo a vontade aos amantes (ou não, que realmente a química deles é indiscutível) de Titanic, Mendes juntou Kate Winslet a Leonardo DiCaprio, e adaptou Revolutionary Road.
A extensa introdução deste post justifica-se pelo facto de Revolutionary Road não ter tido em mim o mesmo efeito de American Beauty, e eu sinceramente estava à espera disso...
Revolutionary Road é um bom filme. Kate Winslet e Leonardo DiCaprio voltam a provar por que razão são dois dos melhores actores da sua geração, o filme é deles! Winslet nunca falha, claro, mas DiCaprio tem sido uma cada vez melhor surpresa a cada filme que faz. Falando em interpretações e pondo Óscares à mistura, Michael Shannon pouco aparece, mas tem um impacto que põe qualquer um às voltas na cadeira... E é sempre um prazer rever Kathy Bates. Os pormenores técnicos também me agradaram. Fotografia (sem planos diagonais, thank god!), cenário, guarda-roupa, e of course, a banda sonora de Thomas Newman (que estou a sacar neste preciso momento).
(spoiler alert)
Mas talvez não tenha sido o dia certo, talvez nesta fase não precisasse de um "marriage sucks" tão forte como o deste filme... Sou optimista e gosto de acreditar que os meus sonhos se vão tornar realidade. E também penso que há, algures na história, um qualquer fusível que não funciona...
Numa coisa American Beauty e Revolutionary Road são muito semelhantes - têm finais inesperados e que nos deixam a pensar muuuuuuuuuuuito! Daqueles que valem pelo filme todo, e eu gosto disso!

Ever considered hiring him to host the Oscars!?

"An estimated 49.5 million people watched Barack Obama’s first prime-time news conference as president. " in JustJared.com

OMG! OMG! OMG!

video

Inglorious Basterds. 29 de Agosto de 2009.

Bye!

Heigl & Knight Leaving Grey's Anatomy

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

domingo, 8 de fevereiro de 2009

WGA Winners

ORIGINAL SCREENPLAY
Milk, Written by Dustin Lance Black, Focus Features

ADAPTED SCREENPLAY
Slumdog Millionaire, Screenplay by Simon Beaufoy, Based on the Novel Q and A by Vikas Swarup, Fox Searchlight Pictures

DOCUMENTARY SCREENPLAY
Waltz with Bashir, Written by Ari Folman, Sony Pictures Classics

Rourke or Penn?...

BAFTA Winners

Best Film - Slumdog Millionaire
Alexander Korda Award for Outstanding British Film of the Year - Man on Wire
Best Actor - Mickey Rourke for The Wrestler
Best Actress - Kate Winslet for The Reader
Best Supporting Actor - Heath Ledger for The Dark Knight
Best Supporting Actress - Penélope Cruz for Vicky Cristina Barcelona
David Lean Award for Achievement in Direction - Danny Boyle for Slumdog Millionaire
Best Screenplay (Original) - Martin McDonagh for In Bruges
Best Screenplay (Adapted) - Simon Beaufoy for Slumdog Millionaire
Anthony Asquith Award for Film Music - A.R. Rahman for Slumdog Millionaire
Best Film not in the English Language - Il y a longtemps que je t'aime
Best Animated Feature - WALL·E
Orange Rising Star - Noel Clarke

Mais aqui. Sem surpresa, Slumdog! Tenho que o ver esta semana. Confesso que ainda não tinha pensado em Penélope para actriz secundária, e é bom ver que Rourke ainda está na corrida. Go, Kate!

Oh my god, they're reading my mind!!!

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Crise, qual crise!?!

:S

Doubt, o filme que despertou em mim memórias já enterradas da Ir. Maria Helena Silva...

Doubt é um "filme de actores". Está nomeado para cinco Óscares, e quatro nomeações são para as suas magníficas interpretações, o que deixa logo uma pessoa como eu (graaaaande fã de filmes de actores), em ânsias para o ver. O pequeno problema destes "filmes de actores" é que, por vezes, atrás das grandes interpretações estão filmes que não são grande coisa, e que sem eles iriam directos para DVD, ou talvez nem saíssem da secretária do produtor. Mas não quero assustar ninguém, não é o caso de Doubt, que até tem bastantes qualidades cinematográficas (mas é o caso de Monster (2003), por exemplo, que sucks um bocado, mas ainda assim chegou aos quatro cantos do mundo graças a Charlize Theron).
Há quatro razões pelas quais Doubt é imperdível: Meryl Streep, Viola Davis, Philip Seymour Hoffman e Amy Adams (e, neste caso, a ordem tem importância). Bem, Meryl sozinha faz de (quase) qualquer filme uma experiência obrigatória, mas neste caso está bastante bem acompanhada. Quando recebeu o Actor dos SAG, Meryl disse...

"Can I just say there is no such thing as the best actress, you know? There is no such thing as the 'greatest living actress.' I am in a position where I have secret information that I know this to be true."
...mas eu acho que, inevitavelmente, ela é a melhor! E para as pobres almas que tiveram a Ir. Maria Helena Silva como professora de matemática durante quase 3 anos, you'll know what I mean!!! É que a adorável, encantadora, e mágica Meryl até me pôs a suar frio em certas alturas (juro que, por momentos, me lembrei das crises de choro que havia quando um(a) desgraçado (a) era escolhido para passar 90min de humilhação extrema em frente ao quadro...). Meryl despertará os vossos mais recalcados darkest fears, por isso preparem-se.
Seguem-se os poucos minutos de Viola Davis vs. Streep, depois a big fight entre Philip Seymour Hoffman e Streep, e toda a convivência de Amy Adams com Streep. Ou seja, é Meryl quem faz de Doubt um bom filme!
Mas houve uma coisa que me irritou um pouco... O guarda-roupa está muitíssimo rigoroso e bem feito, os cenários também, a banda sonora é de Howard Shore (sinal de genialidade, na maioria das vezes), e embora não tenha o impacto de algumas das suas obras, está perfeitamente adequada ao ambiente. O autor da peça de teatro original, John Patrick Shanley, é agora quem a adapta (aqui está a quinta nomeação do filme) e, finalmente, a realiza. Por isso, é a ele que dirijo a minha questão: Sr. Shanley, qual foi a ideia com os planos diagonais? É que são completamente despropositados!! No meio de uma intensa cena dramática, pumba!, plano oblíquo... Experiências, sim, mas não num filme destes. Foi quase tão chocante como se o Sawyer tivesse entrado no escritório da Ir. Aloysius sem camisa! Não gostei mesmo. E concordo com a Premiere, a história demora a desenvolver.
Mas como a maioria das pessoas é indiferente a planos diagonais, e ligam mesmo é ao fim do filme, façam o favor de ir ver Doubt! Go, Meryl!! Não fosse a Kate Winslet e, este ano, era a tua maior apoiante, mas a moça já merece um Óscar há muito... You understand, don't you?

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Fotos fantásticas!

Vanity Fair Director and Actor. Na minha opinião, esta é a mais bonita. Director & Actor, Husband & Wife... E a foto ilustra bem!

quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

demais, demais...

I bet Shakespeare is happy too!!

Al Pacino volta a trabalhar com o realizador Michael Radford numa nova adaptação de Shakespeare. Depois de Shylock em The Merchant of Venice, Pacino vai interpretar Rei Lear. Are you happy? 'Cause I am!! :)

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Os filmes do meu fds (e vou contar com 5ª, se não soa infantil demais...)

(Agora que foi visto oficialmente) Milk é um grande, grande filme! O meu preferido até agora, dos grandes que este ano concorrem aos Óscares (se bem que ainda não vi Slumdog Millionaire... Consta que estreia já esta semana!). O trabalho dos actores é admirável (aka supostamente todos heterossexuais e a comerem-se com tanta naturalidade! Soou muito mal, eu sei, mas passa o mesmo pela cabeça de toda a gente!). E claro, Sean Penn. SEAN PENNN!!! Tudo vale a pena, só por ele. Este homem encarna qualquer personagem, e sabê-lo um mulherengo incontornável (e suposto wife-beater, nos dias de Madonna), ainda torna mais inacreditável a sua transformação em Harvey Milk. Para os impacientes que levantam o rabo da cadeira assim que o ecrã fica escuro, vale a pena ficar sentado mais um bocado, e ver os 3 segundos do verdadeiro Harvey Milk que aparecem no fim do filme. É que a semelhança causa arrepios...

O resto do fds foi claramente passado com os sobrinhos pequenos... Ainda tentei ver o American Beauty, mas a chuva foi demais e a luz faltou... Pena.

He knows best!

Aqui está um homem que reconhece uma das grandes verdades da vida - sesta que é sesta, dorme-se no sofá!
Christian Bale freaks out on the set of Terminator Salvation, Aniston And Mayer Romance Blossoms Over Super Bowl Sunday, Paltrow Dreams Of Smoking Again. Don't you people have a job!?

(Quase todos) os nomeados