sexta-feira, 30 de maio de 2008

O meu momento do dia!

Saudações saudosistas.

Hoje vi o episódio "As Limpezas do Poupas" da Rua Sésamo. No meio da saudade, deu-me um ataque de riso.

De ficar na memória!...

video

Tenho orgulho, orgulho em ser uma vaca!!!

Gostei desta

Este é daqueles que encaixa na perfeição.

McAvoy Tipped For Hobbit Role

Oh estamos felizes!

A minha nova aquisição. Não são lindos? :)


quarta-feira, 28 de maio de 2008

Outra...

"Amy Winehouse is reportedly using diapers. The troubled singer was wearing what appeared to be a diaper under her flowery dress when she went to visit her jailed husband Blake Fielder-Civilat London's Pentonville Prison on Monday."
Tena Lady, para suaves perdas de urina.
Sem comentários...

ATENÇÃO MULHERES!!

Saudações altamente perversas.

Quem quer croqueeeeeeete!

Na 3a feira, surgiu em conversa com as minhas coleguinhas de workshop o estranho facto de uma carreira a servir croquetes poder acabar no quarto do querido Georgie.

Hoje de manhã, li num dos 500 jornais gratuitos que há nesta cidade que o homem teria alegadamente gasto cerca de €30.000 numa noitada romântica com a sua... modelo (chama-lhe isso, chama!), numa suite (com cama giratória e espelhos no tecto, de acordo com o artigo de alto primor jornalístico) de um dos hotéis do Hugh Hefner.

Eis que me deparo, durante o meu update diário de fofocas & coscuvilhices, com esta pérola!
Parece que o prazo do croquete expirou. Eu avisei que ela não era mulher para ti! Daqui a uns anos está a escrever um livro do tipo My Nightmare with George Clooney, contando podres altamente fictícios, e a fazer carreira à tua custa.


Oh, estamos felizes!


Pronto, já disse, está dito! Shame on me...


PS: Se for mais rumor mentiroso ficamo-nos pelo sonho, ok?
.

EU VENDI

Bilhete vendido, meu povo. Fica para a próxima.

terça-feira, 27 de maio de 2008

RIP

Obrigada pelos teus fimes, Sydney!

segunda-feira, 26 de maio de 2008

The Good, The Bad and The Ugly Truth about Grey's

Saudações televisivas.

Acabei de ver o último episódio da season 4 de Grey's Anatomy.

Por muito que custe, temos que admitir que a série já não é o que era (embora eu continue igualmente viciada). Anda-lhe a faltar um je ne sais pas quoi.

Ainda assim, tal como as 3 que já passaram, esta também deu para rir, emocionar, irritar, aprender mais coisinhas médicas e sacar músicas excelentes da net. Isso é que o povo gosta!

THE GOOD

- O fim de George & Callie (quer dizer, não exactamente o fim do casório mas todo o drama à volta deles!).


What happens in Vegas should stay in Vegas!


- A crise amoroso-profissional de Callie e a volta que ela lhe deu. Uma GRAAANDE volta.

- Bailey, toda ela, sempre ela! WE (heart) MIRANDA BAILEY!



Quem é a Mãe?

- A Rebecca toda deprimé e a maneira como o Alex lida com ela. Eu sempre soube que lá no fundo ele é um bom moço.

- A existência do sparkle pager.

- A clinical trial de MerDer. Muito pouco metafórica no que toca às referências à relação deles, mas ainda assim, muito boa. E a história de cada paciente foi ainda melhor.

- A visita de Addison (sim, que aquela Clínica Privada não vai durar muito... Demasiado previsivel. Delega, Shonda!).

- As idas de Mer à psiquiatra. Porque o povo está mais para dark & twisty (um update do já tradicional scary & damaged) que para bright & shiny.

- O cabelo de Izzie.

THE BAD

- George & Izzie, minha gente, qual foi a ideia?... E depois de tanto I Love You acabam tudo e voltam à codrilhice de sempre, sem qualquer awkwardness pelo meio... Pouco real, nada Grey's.

- Erica Hahn, demasiado irritante. Gosto mais de ti aos berros no Silence of the Lambs.

- Embora o drama entre sistas tenha sido mutio bom, Lexie deixou bastante a desejar.

Procura-se cirurgião sério e responsável.

- Cristina, o que se passou contigo?

- Rose (sem mais comentários porque não há comentários possíveis!!).

THE UGLY TRUTH

- O Burke faz falta.

- Tens razão, Katherine. A Izzie é um peão para melhorar audiências. Haja estabilidade, mulher!

Oh, poor me...


Esta deve ter sido a season com um final menos dramático para os fans que, em geral, ficam a arfar por mais... A não ser que o Derek tenha deixado a Mer pendurada porque a Rose está grávida, ou coisa do género... Se for a pensar, até é estranho que ela fique à espera... Hmm...

Deixo aqui o momento do meu: "Porra, finalmente!" (não recomendado a quem não gosta de finais revelados, se é que já não revelei tudo o que havia para ser revelado... Depende da perspectica.).

video

Enfim, vamos culpar a greve! Em Setembro há mais.
Until the next season, that's a wrap!

domingo, 25 de maio de 2008

They Canned

Saudações cinéfilas!

Estes foram os vencedores do 61º Festival de Cannes:

Palme d'Or: ENTRE LES MURS de Laurent CANTET

Grand Prix: GOMORRA de Matteo GARRONE

Special Prize for the 61st Festival: Catherine DENEUVE em UN CONTE DE NOËL e Clint EASTWOOD por L'ÉCHANGE.

Award for Best Director: Nuri Bilge CEYLAN por ÜÇ MAYMUN

Award for Best Screenplay: Jean-Pierre et Luc DARDENNE por LE SILENCE DE LORNA

Award for Best Actress: Sandra CORVELONI em LINHA DE PASSE

Award for Best Actor: Benicio DEL TORO em CHE

Jury Prize: IL DIVO de Paolo SORRENTINO

Boa gente, sem dúvida.

For now, that's a wrap!

terça-feira, 20 de maio de 2008

WTF?

E deixo a questão: o que se anda a passar no Lost?

segunda-feira, 19 de maio de 2008

Can You Cannes, Cannes, Cannes?...

Saudações cinéfilas!

Maio é mês de Cannes, o mais famoso festival de cinema do mundo.

Maio é, no sul de França, mês de famosos, paparazzi, homenagens, moda, dietas, publicidade à bruta, filmes de qualidade e águas a €20.

Não me interpretem mal, eu adoro Cannes (visto da net, que o rendimento ainda não chega para as águas...), porque tudo isto faz do festival aquilo que ele é: grandioso & glamoroso.

Já está na meia idade mas não perdeu qualquer vigor. Continua a ser daquelas coisas que dificilmente não agrada a gregos e troianos. Gosta de cinema? Cannes também. Aprecia moda? Cannes também. Só sabe falar de futilidades (como é que a Victoria "I'm such a boneca insuflável" Beckham ainda não se infiltrou?...)? Cannes também. Gosta de abordar assuntos sérios através da 7ª arte? Adivinhou... Bem-vindo a Cannes.

Porque este festival de caprichos (Palme d'Or para Fahrenheit 9/11 pelo júri do grande QT foi o meu preferido!!!) não perdeu qualidade e continua a seleccionar aqueles filmes que o povo (povo = eu) gosta, deixando sempre espaço para un certain regard aos os mais pequenos e singelos, eu digo: verdadeiramente prodigioso!

Estou especialmente ansiosa para ver BLINDNESS, CHE, L'ÉCHANGE (CHANGELING), INDIANA JONES AND THE KINGDOM OF THE CRYSTAL SKULL, MARADONA BY KUSTURICA e claro VICKY CRISTINA BARCELONA.

Este ano há ainda o giga-furor em redor do fenómeno Jolie-Pitt (que por sinal é altamente contagioso! Aqueles dois - mais a sua malta pequena - põem a malta em alvoroço absoluto! É demasiada coisa boa concentrada numa só família. A sério, adoro-vos!), ainda mais agora, com a Angelina graciosamente fecundada... A dobrar.

Se algum dia o planeta for ao fundo, salvem-se! Há um gajo chamado Noé que costuma ser bom nisso.


Porque Cannes é um melting pot.
Porque na mesma passadeira rouge circulam génios (já tenho saudades do David... Para não falar do Viggo, com bigode e beijo na boca! Oh, equipa maravilha...) e... outras almas menos dotadas pelo Senhor (O que é que a Petra Nemcova faz por ali, meu povo?).
Wonder Team em 2005, com A History of Violence

Porque há realeza e há fellatio (Brown Bunny... Mente aberta!).
Porque há champanhe & travecas (com todo o respeito, "senhoras").

Lovaly...

Porque Cate Blanchett está de volta (e a vestir Giorgio Armani). E Indy também!
Porque há Saramago e Kung-Fu Panda.
Porque há uma fabulous party Dolce & Gabanna (acho que dava um dedinho do pé para estar lá... Assim um mindinho, que não faz muita falta), eu pergunto: Can You Cannes? É que dá cá uma trabalhera...

For now, that's a wrap!

EU VENDO!

EU VENDO 1 bilhete para o Rock in Rio, dia 30 de Maio, a €35. É favor deixar post se estiver interessado.

quinta-feira, 15 de maio de 2008

Coisinha rápida que estou com pressa

Até a mãe comenta o blog... Volto mais tarde com fotos escaldantes (nem por isso..) da estreia do filme do SATC!

quarta-feira, 7 de maio de 2008

Coragem, Ofélia!

Saudações cinéfilas!

Vi O Labirinto do Fauno do Guillermo del Toro. Como é que eu fui demorar tanto tempo a ver um filme desta categoria é um facto que ainda me ultrapassa. Uma história diferente, com criaturas altamente perversas (a sério, o fulaninho come-crianças de olhos nas mãos é deveras creepy... O fauno não tem um aspecto muito amigável, mas o Treebeard também não tinha! Coragem, Ofélia, que estas aventuras não são para fracos) e fantásticas, vivida num mundo bem real.


WINDO! No IMDb está em 57ºlugar, no Top 250)!

Só não apanhei quem era o Pan... Fica para uma próxima.

De referir é também o meu grande alívio no que toca à escolha do Sr. Del Toro para realizar a adaptação de O Hobbit (porque dividir em 2, suas máquinas sugadoras de dinheiro!?!?!?!), do grande querido J.R.R. Tolkien. Só estava um nadinha reticente porque Hellboy não faz muito o meu género, mas se o PJ aprova, quem sou eu para contestar?

Agora se me dão licença, vou atravessar o Atlântico no meu avião particular, que o Georgie convidou-me para a festa dele e uma pessoa não falta a um evento destes (mesmo com olho à extreminador...)! 47 anos... Estás cada vez melhor! Parabéns.
Felicidades, Scarlett!

For now, that's a wrap!

segunda-feira, 5 de maio de 2008

Solaris Vs. The Fountain

Saudações cinéfilas.

Este fds vi o Solaris de Steven Soderbergh, e fiquei agradavelmente surpreendida. Depois de ver o trailer, que dá ideia de um filme bastante diferente, e sabendo que a produção é do James Cameron (Titanic... Alta tragédia no meio de um oceano de efeitos especiais. Literalmente.), estava mais à espera de uma invasão extra-terrestre do que de uma história de amor.

video

Mais uma re-adaptação da obra de Stanislaw Lem do que um remake de Solyaris, o filme conta-nos a história do psiquiatra Chris Klein (George Clooney, surpreendente! É dos meus favoritos, mas no que toca a papéis sérios, não é hábito vê-lo tão apaixonado e sofredor. Deve ser da fama de solteirão. Que assim continues, que a Sarah não é mulher para ti!), que viaja até à nave espacial na órbita do planeta Solaris, em auxílio de uma tripulação em crise pseudo-existencial. Quando lá chega, ele próprio se torna susceptível às manhas do planeta, que lhe trazem de volta a mulher (Natascha McElhone, daquelas de quem a malta não se lembra até a ver, chegando à conclusão de que é fantástica.), que se suicidou depois de um sério mal-entendido entre o casal.


O aspecto visual deste planeta agridoce consegue ser igualmente perturbandor e inebriante. O silêncio sufocante a bordo ajuda. Junte-se isto aos discursos de
Jeremy Davies (se és amigo do Desmond, então tb és meu amigo!) e aos olhos esbugalhados de Viola Davis e temos um grande filme.

Enquanto rolavam os créditos só pensava nas semelhanças com um dos meus favoritos: The Fountain de Darren Aronofsky. Para além da óbvia wife situation, de origens bem diferentes mas acabando ambas com dois maridões gostosos e destroçados (benditos directores de casting) temos a parte séria da questão - lidar com a perda daquela pessoa. Seja em três épocas da história ou apenas numa só, a vida sorumbática e revoltada do viúvo só acaba por encontrar paz quando aceita a partida da sua amada (facto que acontece, em geral, quando está prestes a juntar-se a ela... Chato.).

Novamente prezo o trabalho dos directores de casting, que escolheram, para os dois filmes, "casais" com uma química que faísca para fora da tela!

Para as fãs mais dedicadas, vê-se o rabinho do Georgie.

For now, that's a wrap!




Pipocas e Claquetes - O Regresso!

Saudações cinéfilas!

Estou de volta. Muita água correu debaixo da ponte, desde o P&C original, mas estou novamente pronta para teclar sobre o meu maior vício - o cinema (e seus encantadores meandros).

Aviso desde já que não resisto a uma boa dose de gossip... Sou capaz de dar azo à codrilhice neste sítio renascido das trevas (Hoje vi o "Aberto Até de Madrugada", estou no mood para cenários sinistros).

For now, that's a wrap!